CATETERES VENOSOS

O QUE É UM CATETER?

É um tubo que é colocado dentro da veia do paciente para administrar líquidos, sangue, medicamentos ou para fazer exames médicos.

QUAIS OS TIPOS DE CATETERES?

Há o cateter que é colocado na veia do braço (chamado de cateter venoso periférico) e o cateter colocado em uma grande veia no pescoço, tórax ou virilha (chamado de cateter venoso central).

O cateter venoso periférico é usado para administrar medicamentos em uma veia próxima à superfície da pele, geralmente por curtos períodos de tempo.

O cateter venoso central é um tubo que os médicos colocam e permite que o cateter forneça o tratamento necessário rapidamente. Ele pode permanecer por semanas ou meses.

Assim, quando há uma piora importante da função renal, o paciente é encaminhado ao cirurgião vascular para uma avaliação médica, para realizar a confecção de uma fístula arteriovenosa para hemodiálise.

PARA QUE SERVE O CATETER VENOSO CENTRAL?

Manter um acesso venoso por longos períodos, evitando a realização de múltiplas tentativas de punção da veia;

Administrar medicamentos que podem provocar irritação em caso de extravasamento em um acesso venoso periférico, como medicações da quimioterapia, vasopressores ou soluções de bicarbonato de sódio e cálcio;

Administrar quantidades maiores de líquidos ou medicamentos que não são suportadas pelos acessos venosos periféricos;

Realizar a hemodiálise, na urgência ou quando não foi realizada a fístula arteriovenosa.

Realizar uma transfusão de sangue.

Avaliações da pressão venosa central em pacientes graves na UTI.

Coletar  amostras de sangue.

Tratamento de quimioterapia;

Nutrição parenteral, quando não é possível se alimentar pela boca.

QUAIS OS TIPOS DE CATETERES VENOSOS CENTRAIS?

Existem vários tipos de cateteres venosos centrais. Os profissionais de saúde usam o tipo que seja a melhor opção para o caso de cada paciente.

– Cateter venoso de curta permanência: é um cateter em que uma extremidade sai através da pele para que os medicamentos possam ser administrados diretamente no cateter, ou para realizar hemodiálise (tratamento que substitui a função dos rins). Também são utilizados em pacientes que necessitam receber líquidos, sangue ou medicamentos e as veias dos braços são inadequadas.

(PICC) Cateter Central de Inserção Periférica

PICC

- Cateter central de inserção periférica (PICC): é colocado em uma veia do braço. Este cateter é usado para administrar medicamentos por um longo período de tempo, até 12 meses, em alguns casos.

Cateter Port-a-cath

Cateter Port-a-Cath

Cateter Port-a-cath: é um dispositivo que é colocado abaixo da pele e consiste em um reservatório com membrana que pode ser perfurada e um cateter de silicone. Esse cateter é totalmente implantado. A parte metálica fica embaixo da pele, a parte plástica fica dentro da veia profunda. Esse cateter é utilizado para administração de medicamentos, quimioterapia, suporte nutricional e coleta de exames. Ele permite que esses tratamentos sejam continuados sem a necessidade de o paciente permanecer internado até o seu término.

DE QUE FORMA É REALIZADO?

O cateter venoso periférico geralmente é colocado pela equipe de enfermagem.

O cateter venoso central é realizado pelo médico no centro cirúrgico ou na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com anestesia local, sedação ou anestesia geral. A escolha do tipo de anestesia depende da avaliação do médico e das condições clínicas do paciente. 

QUAIS OS CUIDADOS COM O CATETER?

– Somente a equipe de enfermagem ou médica pode manipular o cateter.

– Não deitar sobre o cateter para não dobrá-lo e danificá-lo. 

– Não molhar o cateter.

– Manter o curativo limpo.

– Usar roupas que não fiquem raspando no cateter e que facilitem o manuseio do cateter pela equipe.

Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular – Regional São Paulo – Departamentos e Comissões

https://sbacvsp.com.br/departamentos-e-comissoes/

Doenças Vasculares

  • Aneurisma de Aorta

Aneurisma da Aorta

Aneurisma da Aorta Aneurisma é uma palavra derivada do grego que significa alargamento, sendo utilizada em medicina para designar uma dilatação permanente do diâmetro de um vaso do organismo. Considera-se [...]

  • Esquema da cadeia simpática dentro do tórax

Hiperidrose

Hiperidrose Hiperidrose é uma doença em que os pacientes suam excessivamente, mais do que as necessidades naturais do corpo. Não é conhecido o mecanismo que causa este excesso de suor nem [...]

  • Varizes

Varizes

Varizes São as diversas formas como os profissionais de saúde conseguem obter acesso ao nosso sistema circulatório. Usados há muito tempo na Medicina, eles vêm evoluindo juntamente com ela, não [...]

Úlcera Venosa

Úlcera Venosa A úlcera venosa (também conhecida como úlcera varicosa) é caracterizada por uma ferida na perna, próxima ao tornozelo, que ocorre devido à dificuldade do retorno do sangue das [...]

  • Figura 1 - Compressão de veia renal esquerda pela artéria mesentérica superior (A) e pela aorta, em veia renal retro-aórtica (B).

Síndromes Venosas Obstrutivas Abdominopélvicas

Síndromes Venosas Obstrutivas Abdominopélvicas Síndrome de Nutcraker (ou de Quebra-Nozes), Síndrome de May-Thurner, Síndrome de Cockett As Síndromes Venosas Obstrutivas são sinais e sintomas clínicos relacionados a impedimentos ou obstruções ao [...]

Lipedema

Lipedema O que é? O lipedema é uma doença crônica e progressiva caracterizada pela deposição anormal de gordura em membros inferiores e, às vezes, pode acometer membros superiores. Atinge quase que [...]

  • Lipedema

Linfedema

Linfedema O sistema linfático é considerado, por muitos fisiologistas, como uma via de absorção e transporte, pela  qual, o conteúdo líquido presente no espaço intersticial (entre as células), da grande [...]

  • Laser Transdérmico

Fleboestética

Fleboestética Palavra derivada do grego: phlebos = veia, vaso sanguíneo e aisthesis = ”apreensão pelos sentidos” e “percepção”. Essa é a área da Angiologia e Cirurgia Vascular que se dedica ao tratamento [...]

Embolia Pulmonar

Embolia Pulmonar Ocorre quando um trombo (coágulo) se desloca de veias profundas, geralmente dos membros inferiores, e vai pela corrente sanguínea até o pulmão, causando o bloqueio (embolia) de artérias pulmonares. [...]

Curativos

Curativos Na pré-história, existia uma preocupação com as feridas, e o fato de deixá-las abertas, materiais como plantas, água, neve, gelo, frutas e até lama eram utilizados sobre as feridas, a [...]

  • Figura 1 - Aneurismas Viscerais

Aneurismas Viscerais e Periféricos

Aneurismas Viscerais Aneurismas viscerais são dilatações das artérias que levam sangue para as vísceras, ou seja, artérias dos rins, do fígado, do baço, do intestino, entre outras. São aneurismas nas artérias [...]

  • Aneurisma de aorta abdominal

Aneurisma da Aorta Abdominal (AAA)

Aneurisma da Aorta Abdominal (AAA) Aneurisma é uma palavra derivada do grego que significa alargamento, sendo utilizada em medicina para designar uma dilatação permanente de um vaso do organismo. Considera-se [...]

  • URGÊNCIAS:EMERGÊNCIAS VASCULARES

Urgências / Emergências Vasculares

Urgências / Emergências Vasculares O sistema vascular assume papel primordial na distribuição de sangue, oxigênio e nutrientes para todos os órgãos e sistemas de nosso corpo. Possuímos aproximadamente 5 [...]

Doppler Vascular

ACESSOS VASCULARES DOPPLER VASCULAR O QUE É? Compreende uma série de exames diagnósticos utilizando um aparelho de ultrassonografia. É indolor, não invasivo, sem necessidade de exposição à radiação (raio-X). [...]

Tratamento Endovascular

TRATAMENTO ENDOVASCULAR Há vários problemas da circulação do ser humano que necessitam de procedimentos cirúrgicos, tais como as tromboses, dilatações, dissecções (descolamento das camadas da parede dos vasos sanguíneos). [...]

  • Fig 1 – Tipos de mioma

Embolização de Mioma Uterino

EMBOLIZAÇÃO DE MIOMA UTERINO O que é? (Definição) Os miomas são tumores benignos que se desenvolvem geralmente a partir da produção de estrogênio. Estatísticas revelam que até 50% das mulheres têm [...]

  • Cateteres Venosos

Cateteres Venosos

CATETERES VENOSOS O QUE É UM CATETER? É um tubo que é colocado dentro da veia do paciente para administrar líquidos, sangue, medicamentos ou para fazer exames médicos. QUAIS OS TIPOS [...]

Fístula Arteriovenosa para Hemodiálise

FÍSTULA ARTERIOVENOSA PARA HEMODIÁLISE A fístula arteriovenosa (FAV) é realizada nos pacientes portadores de doença renal crônica, ou seja, quando a função renal se deteriora e não efetua adequadamente a eliminação [...]

Acessos Vasculares

ACESSOS VASCULARES São as diversas formas como os profissionais de saúde conseguem obter acesso ao nosso sistema circulatório. Usados há muito tempo na Medicina, eles vêm evoluindo juntamente com ela, [...]

Trombose Venosa Profunda (TVP)

Trombose Venosa Profunda (TVP) A coagulação é um processo da natureza, quando o sangue deixa sua forma líquida e se torna gelatinoso (chamado de coágulo ou trombo). A coagulação faz [...]

  • pe-diabetico

Pé Diabético

Pé Diabético O diabetes é causado pela produção insuficiente de insulina no pâncreas, ou por aumento da resistência dos órgãos a este hormônio, que é essencial para que o açúcar [...]

Doença Carotídea

Estenose de Carótida As carótidas são artérias que levam sangue rico em oxigênio e nutrientes para o cérebro. Cada indivíduo tem duas artérias carótidas, que se localizam uma de [...]