DESENVOLVIMENTO DE SIMULADORES PARA TREINAMENTO EM SAÚDE – SIMULADOR PARA PUNÇÃO ECOGUIADA

DESENVOLVIMENTO DE SIMULADORES PARA TREINAMENTO EM SAÚDE – SIMULADOR PARA PUNÇÃO ECOGUIADA
Autor Principal: Vinicius Bignatto Carvalho – Status: Residente
Coautores: Carolina Martines Estrutti, Antonio Carlos Moura Neto, Vladimir Tonello de Vasconcelos, Francisco Cialdine Frota Carneiro Jr., Jorge Eduardo Amorim, Henrique Jorge Guedes Neto, Ronald Luiz Gomes Flumignan e Luis Carlos Uta Nakano.

Introdução: A educação em saúde sofre uma verdadeira revolução com a introdução de novos métodos para treinamento e desenvolvimento dos profissionais da área de saúde. A grande barreira para a popularização desses novos métodos de ensino está no custo elevado que as Universidades não conseguem arcar para implementação.
Essa defasagem aumenta a cada dia e o papel da Universidade é encontrar maneiras de modernizar o aprendizado dentro da realidade econômica que o País enfrenta. Dentro desta filosofia a Disciplina de Cirurgia Vascular criou um núcleo de desenvolvimento e pesquisa na área de treinamento realístico para alunos e especializandos da área de saúde.

Objetivo: Desenvolver simuladores realísticos para treinamento e desenvolvimento profissional na área da saúde que tenham como premissas:
baixo custo, fácil reprodução e fácil manuseio. Este trabalho específico mostra a criação de um simulador para punção venosa central ecoguiada.

Material e Método: Estudado a demanda sobre acesso venoso central ecoguiado com idelização de um simulador realístico com as seguintes premissas: baixo custo, fácil reprodutibilidade e fácil manuseio.

Resultado: Criado simulador com espuma de poliuretano injetável; veias jugular interna e subclávias feitas de látex com torneiras que possibilitam o enchimento com líquido colorido para facilitar a visualização da punção.
Estudados diversos meios para imersão das estruturas a serem puncionadas tipo gelatina balística. Pele artificial de silicone que possibilita diversas punções sem marcar a superfície. Foram produzidos 4 simuladores testados com alunos do último ano de medicina e residentes demonstrando ótima aceitação pelos alunos e residentes no treinamento de acesso venoso central ecoguiado. Custo final da produção do simulador R$ 250,00, contra R$ 25.000,00 do simulador de mercado.
Exemplos de outros simuladores já desenvolvidos:
Desenvolvimento de simulador para treinamento de extração de cisto sebáceo; Desenvolvimento de simulador para treinamento de escleroterapia; Desenvolvimento de simulador para punção de gasometria arterial.

Conclusão: A criação de um simulador de baixo custo, facilmente reprodutível e de fácil manuseio mostrou-se efetivo no treinamento dos alunos e residentes.
O custo de produção acessível possibilita a difusão por todos os serviços de treinamento de alunos e residentes no país que passam por dificuldades pela falta de recursos para inovações.

Ação advocatícia perante a invasão de especialidades
2018-12-03T20:37:54+00:00 29 nov 2018|Reunião Científica - 29/11/2018, Vídeos, Vídeos 2018|