EXPERIÊNCIA INICIAL DE TROMBECTOMIA FARMACOMECÂNICA NA EMBOLIA PULMONAR

Autor: Sidnei J. Galego

Coautores: Carine Marianne Melo Araujo, Keller Silva Santos, Thiago Vieira Santos, Oliverio Neves Sanches, João Antonio Correa.

Instituição: Hospital e Maternidade Brasil – São Luiz Rede D’ór, Faculdade de Medicina do ABC.

Introdução: O tromboembolismo venoso possui alta taxa de mobimortalidade  e corresponde a terceira causa de óbito geral em literatura médica.  É a principal causa de morte súbita em pacientes hospitalizados.

Objetivo: Apresentar a experiência inicial do grupo no tratamento endovascular em casos com embolia pulmonar aguda.

Material e métodos: Descrição retrospectiva, por meio de análise de prontuários e de imagens intraoperatórias dos primeiros casos da instituição tratados com técnicas endovasculares em embolia pulmonar maciça.  Para tanto, utilizou-se tratamento farmacomecânico com dispositivo Angiojet ® e rtpa. Trata-se de 2 pacientes do sexo feminino me período de pós operatório recente ( puerpério e dermolipectomia).  As pacientes evoluíram com disfunção ventricular direita com aumento de pressão arterial pulmonar e descompensação hemodinâmica.

Resultados: Houve sucesso técnico imediato  das 2 pacientes , com melhora clínica imediata e melhora da hipertensão arterial pulmonar, melhora da função ventilatória em 24hs. O segundo caso evoluiu alteração de função renal  , revertida de modo conservador .

Conclusão: Nesta experiência inicial, o tratamento farmacomecânico da Embolia Pulmonar Aguda maciça, mostrou-se eficaz.

Comentador: Dr. Rodrigo Bruno Biagioni