Autores: Marcelo Fiorelli Alexandrino da Silva, Marcelo Passos Teivelis, Dafne Braga Diamante Leiderman, Maria Fernanda Cassino Portugal, Nickolas Stabellini, Edson Amaro Junior e Nelson Wolosker

Instituição: Hospital Israelita Albert Einstein

Introdução: A insuficiência venosa crônica (IVC) abrange um vasto espectro de doenças, desde apresentações leves às mais severas.
O objetivo deste estudo é avaliar a frequência de ocorrência do tratamento convencional de varizes dos membros inferiores (TCV) realizado no sistema público de saúde em São Paulo, entre 2008 e 2018.

Métodos: Todos os dados são oriundos de acesso público, coletados da plataforma TabNet, parte do  sistema de informação de saúde do DATASUS, do Ministério da Saúde. A coleta de informações foi otimizada por meio do uso de programas de acesso automático.

Resultados: Um total de 66.577 procedimentos de TCV foram realizados em São Paulo, entre 2008 e 2018. A maior parte dos pacientes era do sexo feminino (79.31%) e 49.338 dos procedimentos (74.11%) foram realizados em pacientes com 40 anos ou mais. A maioria dos pacientes tratados era procedente de São Paulo (90.78%). Houve três casos de óbitos intra-hospitalares (mortalidade global de 0.0045%).
A maior parte dos pacientes permaneceu hospitalizado por um curto intervalo de tempo, sendo 54.8% dos casos associados a estadias inferiores a um dia, 32% estadias de um dia, e 11.6% estadias de dois dias. Um repasse total de R$ 42,274,624.37 foi destinado às instituições que realizaram procedimentos de TCV ao longo dos anos estudados, com custo médio por procedimento de R$ 634.97.

Conclusão: Procedimentos para tratamento de varizes dos membros inferiores totalizaram 66.577 casos em 11 anos, demandando R$ 42,274,624.37 do sistema público de saúde. Uma tendência para aumento do número de procedimentos por ano foi observada ao longo do tempo de estudo.

Comentador: Dr. Marcelo Calil Burihan