0
Sócios
0
Aspirantes
0
Plenos
0
Efetivos
0
Titulares

Propostas para Progressão de Categorias

Estimulamos os membros aspirantes e efetivos a se mobilizarem para uma possível mudança de categoria.

  • Para se tornar Aspirante, Pleno ou Efetivo, após preencher a documentação, entregue-a em sua regional.
  • Para se tornar Titular, envie a documentação para a SBACV Nacional, com sede em São Paulo.

Para tornar-se:

  1. Estar regularmente inscrito no Conselho Regional de Medicina (CRM) do Estado onde exerça sua atividade profissional, encaminhando cópia do registro;
  2. Participar das atividades da SBACV, na condição de aspirante, por pelo menos três anos, podendo ser somados períodos;
  3. Apresentar o formulário de associação em uma via e assinadas por dois associados da SBACV pertencentes a categoria Efetivo ou Titular;
  4. Ter completado residência médica ou curso de especialização reconhecido pela SBACV, nas especialidades ou áreas objetivas da associação, anexando o comprovante à proposta;
  5. Anexar à proposta de associação uma cópia da carteira do CRM e do diploma de médico;
  6. Apresentar e ter sua proposta de associação aprovada pela regional da SBACV correspondente, estando quite com a tesouraria da SBACV.
  1. Ser associado da SBACV na categoria Pleno por pelo menos dois anos, contados a partir da aprovação do ingresso ou ter participado das atividades da SBACV como Aspirante por pelo menos três anos;
  2. Estar regularmente inscrito no Conselho Regional de Medicina do Estado onde exerçam sua atividade e ser associado da Associação Médica Brasileira – AMB;
  3. Possuir o título de especialista em Angiologia e/ou Cirurgia Vascular;
  4. Apresentar e ter sua proposta de progressão de categoria perante a Regional da SBACV correspondente, nos termos do Estatuto Social, estando quites com a tesouraria da SBACV na data de apresentação e aprovação da proposta.
  1. Ser associado Efetivo há pelo menos três anos;
  2. Apresentar artigo original ao JVB, sendo aceito para publicação ou publicado há no máximo seis meses da data da proposta, na qualidade de primeiro autor; ou monografia original não publicada sobre tema da especialidade; ou título de livre-docência ou de doutor obtido em instituição de ensino superior reconhecido pelo MEC; ou ainda que acumular 100 pontos nos cinco anos que antecederam ao pedido de progressão em eventos de educação médica continuada nas especialidades e área de atuação da SBACV, de acordo com normas do CNA;
  3. Apresentar e ter sua proposta de progressão para esta categoria aprovada pela diretoria nacional da SBACV, estando quite com a tesouraria da SBACV.

Clique nos links abaixo para fazer o download e preencher os documentos: